Devo sair da minha igreja , tenho duvidas …

Me sinto deslocado dentro da igreja e muitas vezes um nada pois fa;o de tudo para melhorar e ajuda mais n tenho reconhecimento , vejo muita desordem , brigas , pessoas que são uma coisa na igreja e fora são outras ( ‘n q eu seja santo ).
E Muito triste esta la e não ser feliz , se senti mal , ver tanta falsidade , brigas , confusões , desordem , e muitos podem ajudar mais ficam de braços cruzados …
oque fazer devo ficar nesta igreja ou sair …

6 pensou em “Devo sair da minha igreja , tenho duvidas …

  1. Que a graça e a paz de nosso soberano Deus esteja com você.
    Ore a Deus, peça direção e sabedoria, que ele te guie. Converse com seu pastor (seu lider), explique tudo isto que você sente e vê, pois são detalhes de grande importância para a igreja, e ele representa e responde pela igreja, mostre a sua vontade de não congregar mais por estes motivos, e espere a resposta e decisão dele, acompanhe o que ele vai fazer para solucionar estes problemas na igreja. Digo-lhe que não é só nesta igreja, mas tem que ser resolvido, doutrina e disciplina são fundamentais. O termo “disciplina,” em geral, é empregado em vários sentidos: uma área de ensino, ao exercício da ordem, ao exercício da piedade ou a medidas corretivas no seio da igreja. É notável que na primeira referência no Novo Testamento sobre a Igreja local (Mt 18.15-17), e também na última (Ap 3.19), o assunto é sobre a necessidade de disciplina nesta Igreja.

    Há alguns tipos de disciplina mencionados na Bíblia:
    Disciplina Divina – onde Deus mesmo corrige os Seus filhos pessoalmente (At 5.1-11).
    Disciplina Própria – onde nós mesmos corrigimos as nossas atitudes erradas (1 Co 11.31)
    Disciplina no Lar – onde os pais corrigem seus filhos (Ef 6.4).
    Além destas, muitas vezes há a necessidade de disciplina na igreja.

    A igreja tem autoridade, dada por Deus, para disciplinar (Mt 16.19; 18.18). A autoridade na disciplina nunca vem daquele que a aplica, mas daquele que a ordenou, ou seja, o Cabeça e Senhor da Igreja, Cristo (Ef 1.22-23). A igreja local aplica a disciplina em nome de Deus. A pergunta a ser feita não é “com que direito a igreja disciplina?”, mas: “Com que direito um membro da Igreja do Cordeiro profana o sangue da aliança e ultraja o Espírito da graça?” (Hb 10.29). Nenhum direito nos é dado, mas sim a responsabilidade de amar o pecador e vigiar para que também não caiamos (1 Co 10.12).

    Os propósitos da disciplina são:

    1. Manter a reputação de Deus (Rm 2.23,24). Deus é santo e exige que o seu povo também o seja e que haja santidade na sua congregação (Dt 7.6; 28.9; 23.14). O céu é santo (Sl 20.6), o Nome de Deus é santo (Sl 30.4), o trono de Deus é santo (Sl 47.8), o homem de Deus é santo (Sl 106.16), o caminho de Deus é santo (Is 35.8), os mandamentos de Deus são santos (Rm 7.12), o temor a Deus é santo (Hb 12.28), os anjos são santos (At 10.22), JESUS é Santo ( Mc 1.24), O Espírito é Santo (Lc 3.22) e Ele nos ordena que sejamos santos (1 Pe 1.15,16; Ap 22.11).

    2. Proteger a pureza moral e a integridade doutrinária da igreja (1 Co 5.6,7; 2 Jo 7-11; 1 Tm 1.13). A igreja não pode tolerar o pecado (Ap 2.20). Se Cristo deseja sua igreja “sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito” (Ef 5.27), a disciplina eclesiástica é altamente relevante, pois é um meio instituído por Deus para manter pura a sua igreja. O servo de Deus sempre deve almejar a pureza da noiva do Cordeiro (2 Co 11.1-3), mesmo diante da possibilidade da sua contaminação pelo mundo.

    3. Salvar a alma do crente e restaurá-lo à comunhão com Deus e com a igreja (Mt 18.15; Tg 5.19,20; 2 Co 2.7,8; 10.8; Hb 12.6-11; 2 Ts 3.6-15; 2 Tm 2.22-26).

    4. Dissuadir outros a não pecarem, temendo a disciplina (1 Tm 5.20; At 5.11).

    A disciplina não é obrigatoriamente sinônimo de exclusão, assim como o remédio para tratar um membro doente não é a amputação, senão em último recurso. Isto ocorre frequentemente por falta de habilidade para tratar o caso e por falta de misericórdia por parte dos crentes. A disciplina tem o propósito de educar, corrigir, livrar do mau caminho (Pv 6.20,23; 5.22,23).

  2. Irmão, a paz do Senhor!
    Você deve conversar com o seu pastor, se isto não resolver, deve mesmo trocar de igreja. Mas não se esqueça que antes de tudo deixe seu problema nas mãos do Senhor. Deus o abençoe!

  3. Querido irmão!

    Você é um entre milhões de pessoas fiéis que vivenciam este drama. Existem milhares de grupos e instituições religiosas que se intitulam “igrejas” e que nada têm a ver com a IGREJA apresentada na Bíblia – principalmente no livro “Atos dos Apóstolos”.
    Por gentileza, releia todo este livro da Bíblia (Atos dos Apóstolos), com oração e muita reflexão. Compare a vida, a maneira de ser dos irmãos da igreja naquela época com o que você vê hoje, ao seu redor. Que acha? Perceberá que não há termo de comparação com a grande maioria das “igrejas” atuais.

    Quando comecei a ler a Bíblia, deparei-me com esta contradição e decidi não me filiar a qualquer igreja que não correspondesse àquela que eu via no livro de Atos. É uma longa história… Deus me orientou de maneira inesquecível, em resposta a muitas orações. Hoje frequento uma igreja que não é perfeita – claro – mas onde as falhas são a exceção e não a regra. Onde os falsos irmãos são minoria absoluta, e não a maioria. Uma igreja que ainda tem como principal objetivo a pregação do evangelho a todo mundo – e destina para isto a parcela mais significativa das contribuições dos seus membros. Uma igreja cuja pregação é essencialmente a respeito do grande sacrifício expiatório de Cristo, do Seu poder para salvar todo aquele que a ELE se achega; que prega o Evangelho do Reino, anunciando a Volta de Jesus ao nosso mundo em glória e majestade; que dá muito destaque à esperança de novos céus e uma nova terra em que habita a justiça.

    Uma igreja que, apesar de imperfeita, permite que vejamos a bênção de Deus caindo sobre ela – tem hoje mais de 15 milhões de membros distribuídos em quase todos os países do mundo; todos vivendo uma só fé, crendo no mesmo Senhor, praticando o mesmo tipo de batismo, possuindo uma só doutrina. É incrível como manteve esta maravilhosa unidade.

    Irmão! Não se torne uma pessoa amarga e crítica, mas, por outro lado, não force a sua sensibilidade para aceitar coisas erradas, absurdas, como sendo “normais” dentro de uma igreja. Lembre-se de que as profecias apontam o tempo em que o povo de Deus precisa se afastar das congregações que causaram a enorme confusão moral e doutrinária que vemos hoje; congregações que não respeitam mais a Lei de Deus e que, assim, se tornaram influenciadas por espíritos malignos disfarçados em anjos de luz. Levam milhões à perdição.

    Nas profecias, tal “CONFUSÃO” é chamada de “BABILÔNIA” (lembra da torre de Babel, onde Deus confundiu as línguas dos homens?). A voz de Deus através das profecias apela a cada pessoa que, como você, está inconformada com o que vê nestas congregações, dizendo o seguinte:

    (Apocalipse 18:1 a 6) – “Depois disso vi outro anjo que descia do céu. Tinha grande autoridade, e a terra foi iluminada por seu esplendor. E ele bradou com voz poderosa: “Caiu! Caiu a grande Babilônia! Ela se tornou habitação de demônios e antro de todo espírito imundo antro de toda ave impura e detestável, pois todas as nações beberam do vinho da fúria da sua prostituição. Os reis da terra se prostituíram com ela; à custa do seu luxo excessivo os negociantes da terra se enriqueceram”. Então ouvi outra voz do céu que dizia:”SAIAM DELA, VOCÊS, POVO MEU, PARA QUE VOCÊS NÃO PARTICIPEM DOS SEUS PECADOS, PARA QUE AS PRAGAS QUE VÃO CAIR SOBRE ELA NÃO OS ATINJAM!”.

    Caso deseje conversar mais sobre este assunto, irmão, pode entrar em contato comigo pelo e-mail pesquise.a.biblia@gmail.com. Terei muito prazer em atendê-lo. Desde já, estarei orando para que o o Senhor Jesus encaminhe os seus passos.

    Theophilo
    ====================================================================================================

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *