Se Adão não estivesse pecado o mundo seria o que está hoje?

Eu sei que a serpente (diabo) ofereceu o fruto proibido para Eva e depois ela ofereceu para Adão e ela comeu, mais se ela comesse eu acho que não aconteceria nada mais Adão comeu e veio pecado por que eu falei que não ia acontecer nada se a Eva comesse sozinha por que Deus falou com Adão e não com Eva aí eu fico meia assim, e se o Adão falava que não ia comer do fruto eu acho que hoje em dia não ia haver pecado.
eu fico com duvida nisso eu queria entender melhor

25 pensou em “Se Adão não estivesse pecado o mundo seria o que está hoje?

  1. Adão não pecou a partir do momento que comeu do fruto, mas sim por não ter vigiado corretamente o jardim que Deus lhe havia dado, fazendo com que a serpente adentrasse e falasse com Eva.
    Observe outro fato também: Adão já estava querendo comer da árvore a muito tempo, porque senão ele não teria aceitado, como qualquer outra pessoa ele perguntaria antes “Da onde veio esse fruto?”, “É saudável?” kk é claro que isso é uma brincadeira, mas é assim que agiríamos quando não soubéssemos o que estava sendo oferecido. Ou seja, tanto Adão quanto Eva pecaram, e Deus não poupou nenhum deles, muito menos a serpente!

    • vlw taa obrigada mesmo poxa mais por que eles aceitaram em? rsrsrsrsrs
      a gente ta brincando mais é serio pra vc vê como o diabo é sujo ele nunca ta satisfeito ele sempre que mais

      • Adão comeu o fruto, mas não pecou!

        Quanto ao sono de Adão, Jesus dormiu um sono profundo para que por dentre os seus doze discípulos (Pedro), fosse gerada uma Noiva (igreja).

        Gênesis é uma alegoria! Uma parábola que revela especificamente o evangelho de Deus.
        Um lugar separado onde o Noivo e sua Noiva foram introduzidos e moldados para que neste mundo proliferassem o seu projeto mais precioso. O Evangelho!

        Como somente houve pecado quando Eva e seu marido comeram o fruto se antes mesmo deles comerem deste fruto, estavam nus?
        Quanto a participação do fruto, a desobediência não foi o pecado e sim a comunhão com o que o fruto revelava!

        Ap. Pedro, andava cheio do Espírito de Deus e em comunhão com a sua gloriosa graça. Mesmo fraco e sem entendimento de doutrinas, abriu mão da mesma graça para saborear o fruto da lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas, assim se tornou um homem cheio de conhecimento (e assim abriu os olhos). E vendo que estava despido da graça de Deus, se escondeu por detrás da religiosidade que a lei ofertou. Automaticamente o mesmo Cristo manifestado dentro de Pedro em Espírito, não tendo alternativas, teve de comer do mesmo fruto.

      • Deus ja sabia de tudo que ia acontecer, ja sabia que Eva ia comer e Adão tambem.
        Por que Deus e o alfa e o omega o começo e o fim
        O Deus que tudo sabe.
        Tudo tem um propósito.

    • Na verdade essa passagem é uma parábola que tem haver com a OBEDIENCIA, dão muita importância a Adão e Eva, no entanto essa historia nos relata que a DESOBEDIENCIA a DEUS pode nos trazer graves consequências.

  2. olá ana….

    a ordem de Deus dada quanto a não comer de certo fruto, não implicava em absoluto tal fruto, Deus queria que o homem Adão refletisse suas qualidades e que o amor o motivasse a ter essa obediência e respeito ao criador, não era algo compulsório, obrigatório, tinha que ser livre, vindo do seu mais íntimo, cabia a ele incutir esse amor à mulher, porém, com a desobediência de Eva e ele já sabendo qual seria o veredito da parte de Deus, ele preferiu seguí-la na desobediência pois a idéia de ficar só o invadia, acredita-se que o amor por ela após este ato o induziu a morrer junto com ela.

    para um aprendizado mais amplo entra no meu site….

    http://noticias-do-reino.comunidades.net / evangelizadores sem fronteiras

  3. Realmente, os olhos dos dois só se abriram quando Adão comeu o fruto. Observe que quando Eva comeu, nada aconteceu. E Paulo diz que por intermédio de um homem (Adão) o pecado entrou no mundo.

    Há duas teorias. A primeira, é de que isso aconteceu (o fato de as consequências da desobediência só terem aparecido após Adão comer o fruto), porque foi a ele que Deus deu a ordem, e a responsabilidade de guardar o Jardim, sendo Eva sua adjuntora, sua companheira, mas cabendo ainda a ele a responsabilidade. A segunda, é, sendo Adão e Eva uma só carne, o pecado só se completaria se os dois comessem. É só escolher em qual acreditar. Mas uma coisa é certa, se não tivesse ocorrido a desobediência, já teríamos tomado da Árvore da Vida, e ainda viveríamos no Paraíso. O que isso significa literalmente, ninguém sabe, somente Deus, pois a história de Adão pode também ter sido contada por Deus de uma forma mítica. Mas o que é certo é que em algum momento a humanidade resolveu desobedecer e se separar de Deus, trilhar seu próprio caminho (se tornar ela mesma conhecedora do bem e do mal, como Deus), e as consequências disso são o mundo atual, onde está mais que provado que não sabemos nos governar, e que precisamos de Deus.

    Mas não adianta culpar Adão. A história do Éden se repete todos os dias na vida de cada um de nós. Em vez de se perguntar porque Adão comeu o fruto, se pergunte a você mesma, se você vai comer o fruto que lhe é oferecido todos os dias pela serpente (o pecado).

  4. muito obrigadaa a todos vcs o que aconteceu aconteceu mais somos mais que vencedores por que Jesus morreu na cruz por mim e por vc

  5. Filha Amada do Senhor!
    O pecado de Adão visto da perspectiva humana, não parece ser tão grande. Tudo o que ele fez foi dar uma dentada numa fruta. O pecado de Adão se torna grave quando verificamos que aquela era a fruta da ÁRVORE DA CIÊNCIA DO BEM E DO MAL, sobre a qual Deus avisara, PROIBINDO-OS de comer o seu fruto, sob PENA DE MORTE (Gn 2:17). Até esse momento, eu creio pela fé que Adão era moralmente INOCENTE. Quando PECOU, tornou-se pecador por NATUREZA. Acredito que por causa disso, ele morreu com 930 anos e não no ato da DESOBEDIÊNCIA. Isso indica que ele morreu ESPIRITUALMENTE naquele exato momento e começou a morrer também biologicamente. Adão foi o primeiro homem e sua auxiliadora como a primeira mulher a viverem sobre a face da Terra. Observa-se que depois que o casal terem pecado em REBELIÃO contra a única restrição do CONCERTO feito no Eden, Deus lançou MALDIÇÕES sobre o planeta Terra e sobre a serpente, proferindo declarações solenes quanto aos efeitos permanentes do PECADO sobre a raça humana. Eu creio pela fé que estas afirmações fundamentais sobre a natureza da vida após a queda têm o tom formal de um CONCERTO firmado com a humanidade JÁ CAÍDA. Este concerto foi com Adão e seus descendentes; é o segundo concerto geral ou UNIVERSAL. Eu creio pela fé que a EXCLUSÃO de Moisés da Terra PROMETIDA foi por causa da INCREDULIDADE (vrf Nm 20:12), da REBELIÃO (vrf Nm 27:14), da TRANSGRESSÃO (vrf Dt 32:51) e das PALAVRAS IRREFLETIDAS (vrf Sl 106:33). Aí eu te pergunto Filha Amada: Existe alguma mudança ou TRANSFORMAÇÃO; SANTIDADE, OBEDIÊNCIA, TEMOR OU TREMOR POR DEUS da HUMANIDADE em pleno século XXI? Acredito que AUMENTOU os nossos PECADOS diante dos olhos de Deus! Que a GRAÇA de JC nos faça somente olhar para cruz do Calvário e nos segure pelas mãos nos fortalecendo diante de nossas MOTIVAÇÕES e ATITUDES CORRETAS, perante os 7 olhos de DEUS! Amém!

    • Olá Eduardo, eu concordo plenamente com você sem duvidas nenhuma, mais deixa eu te falar uma coisa Adão para mim não era inocente sabe por que o diabo ele só entra se a gente permitir, ele foi plantando uma semente na cabeça de Eva fazendo que ela e Adão comesse do fruto proibido, mais foi como eu falei Adão e Eva deu brechas e o inimigo veio, para mim Deus deu uma ordem para Adão, e ele desobedeceu a ordem do Senhor então querido para mim ele não era inocente, ele sabia que podia comer e que não podia Deus falou com ele deu uma ordem, ele sabia que o fruto que ele comeu era proibido, ele deixou se levar pela Eva por que ela já estava totalmente cega pelo diabo e eu creio e eu estou fazendo uma conjectura a Eva deve ter falado assim: o vamos comer desse fruto por que a serpente falou que é bom e Deus não está nós olhando agora ele não está aqui só fica entre a gente, mas Adão deixou se levar e comeu dá fruta.
      Meu querido Deus sabe de todas as coisas e ele sabe do nosso futuro eu glorifico a Deus de está adorando a Ele e de saber que no futuro eu e você vamos ganhar nossa recompensa.

    • Adão comeu o fruto, mas não pecou!

      Quanto ao sono de Adão, Jesus dormiu um sono profundo para que por dentre os seus doze discípulos (Pedro), fosse gerada uma Noiva (igreja).

      Gênesis é uma alegoria! Uma parábola que revela especificamente o evangelho de Deus.
      Um lugar separado onde o Noivo e sua Noiva foram introduzidos e moldados para que neste mundo proliferassem o seu projeto mais precioso. O Evangelho!

      Como somente houve pecado quando Eva e seu marido comeram o fruto se antes mesmo deles comerem deste fruto, estavam nus?
      Quanto a participação do fruto, a desobediência não foi o pecado e sim a comunhão com o que o fruto revelava!

      Ap. Pedro, andava cheio do Espírito de Deus e em comunhão com a sua gloriosa graça. Mesmo fraco e sem entendimento de doutrinas, abriu mão da mesma graça para saborear o fruto da lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas, assim se tornou um homem cheio de conhecimento (e assim abriu os olhos). E vendo que estava despido da graça de Deus, se escondeu por detrás da religiosidade que a lei ofertou. Automaticamente o mesmo Cristo manifestado dentro de Pedro em Espírito, não tendo alternativas, teve de comer do mesmo fruto.

  6. Vou fazer um ensaio do que penso e por favor não me chamem de herege… rsrsrsrsrsrsrs

    Se Adão não tivesse aceitado a oferta de Eva para comer o fruto qual o destino de ambos?

    Primeiramente é interessante abordar que Deus em Sua soberania, independente de qualquer ação no universo e, incluindo também e por consequência, algo que o homem faça ou deixe de fazer, sempre cumprirá o Seu propósito, ou seja, a Sua determinação, vontade e perfeição, não levam em conta que qualquer coisa criada seja capaz de sequer arranhar a Sua vontade. A vontade de Deus sempre prevalecerá.
    Para dar um exemplo disso, encontra-se descrito na Bíblia que: o desejo de Deus é que todo homem se salve (1ª Timóteo 2.4), no entanto sabemos, porque também está escrito na Palavra de Deus que, somente àqueles que Deus conduz à Jesus Cristo (João 6.39), esses, não serão arrebatados das mãos do Senhor e se salvarão. Poder-se-ia pensar que há certo antagonismo a respeito, mas não é isso. Vamos em frente e creio que hei de ser entendido.
    Quando Deus deu a ordem para que Adão e Eva não fizessem aquilo que causaria a morte dos mesmos (comer do fruto proibido) o desejo de Deus era que ambos, por saberem quem Ele é e, serem gratos por tudo que tinham, sabiam, desfrutavam e viviam com Deus, pois a Sua companhia era constante com eles, Adão e Eva não trocassem tudo que tinham e desfrutavam por qualquer outra coisa. No entanto, observa-se que Deus, mesmo sabendo que eles desobedeceriam a sua vontade era que jamais desobedecessem.
    Então por que Deus na sua soberana vontade não os conduziu a não desobedecer? Se acreditarmos na inerrância de Deus creremos também que a sua vontade é sempre boa, perfeita e agradável (Romanos 12.2). Dessa forma, até a queda do homem com todas as consequências terríveis redundarão para a Sua glória e para a glória daqueles que, diferentemente de Adão, foram chamados por Deus e permanecerão fiéis até a morte.
    Trazendo para um exemplo um pouco mais raso do que eu desejaria, podemos comparar bem por baixo com o relacionamento entre pais e filhos hoje. Os pais querem o melhor para os seus filhos e por conta disso suprem “todas” as suas necessidades (em tese ok?), aconselham, e fazem exigências que colaborará com todo o propósito que querem para os seus bambinos (o melhor). Mas, ao longo da vida vemos que os filhos, apesar de dizerem aos quatro ventos que amam os seus pais, desobedecem às ordens e os conselhos de seus genitores. Mas a soberania do Pai em prover não muda, apesar de ter mudado a condição do filho em relação a obediência que deve ao pai. O pai não vai esquecer-se de seu amor e nem o filho do seu, mesmo tendo sido desobediente o filho e o pai tendo-o repreendido. Mesmo o pai sendo provedor e soberano nessa situação de chefe e dominador (num bom sentido) do lar ele não pode exigir que o seu filho viesse a lhe amar. Pode até ordenar, mas ainda assim, cumprir é escolha pessoal do filho.
    O que quero referenciar com o exemplo é que Deus embora tenha ofertado tudo de bom para Adão e Eva, uma das regras estipulada significava determinada consequência (morte). Tudo que Deus reza em sua “cartilha” vira lei e Ele prima pela Sua palavra e isso é irrevogável. Então se percebe que embora seja soberano em tudo existe a vontade pessoal de todo ser para querer ou não querer cumprir o que lhe é imposto e, independente de qual seja a escolha, Deus cumprirá Sua soberana vontade.
    Após essa introdução, vamos abaixo apresentar alguns versículos que nortearão o nosso discorrer sobre o tema aqui proposto.
    “Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá (Ezequiel 18.4).”
    “Pois que reconsidera, e se converte de todas as suas transgressões que cometeu; certamente viverá, não morrerá ( Ezequiel 18.28).”

    “Por um homem o pecado entrou neste mundo […] (Romanos 5.12).”
    Não há assepsia de pessoas, está escrito na Palavra de Deus que toda alma que peca essa morrerá. Foi assim desde o princípio com os primeiros seres humanos e não mudará. A novidade que os profetas anunciavam era que o Messias, o Redentor, o Cristo viria para redimir à vida com Deus em Seu Reino para todo ser humano que atentasse para as Leis do Senhor no antigo testamento e cressem na vinda do Messias e, além disso, pudessem ser fiéis às Leis estipuladas. Percebamos que em Ezequiel 18.28 existe um meio pelo qual Deus abona a transgressão cometida e, havendo conversão de procedimentos em relação aos mandamentos e ordenanças do Senhor, a pessoa viveria.
    Chamei atenção para o versículo do perdão de Deus em relação ao pecado (Ezequiel 18.28), porque em se tratando de Eva no Éden essa benevolente compaixão de Deus pelos perdidos também fazia parte do procedimento divino e do caráter de Deus.
    Uma vez que Adão não aceitasse do fruto para comê-lo apenas Eva seria a transgressora e sentenciada à morte e da mesma forma como Deus providenciou redenção para a sua descendência, se fosse o caso, também providenciaria mesmo que somente para Eva, à época, o único peixe fora do aquário. Assim, creio que pela maneira de Deus operar, tranquilamente penso que seria providenciado resgate para Eva. Adão então, se não tivesse caído, teria provado que além de amar ao Senhor, amava-O o suficiente para obedecer ao Criador ao invés da criatura.
    Penso também que Adão em nada seria afetado pelo pecado de Eva. Ele continuaria puro, perfeito, com o sopro de Jesus em suas narinas e em todo o seu ser e, até o sorriso de Adão seria o mesmo sorriso de Deus. Creio ainda que se invertida as posições no ato de comer o fruto, ou seja, se Adão comesse e não Eva, ela estaria respingada pelo pecado e a humanidade estaria deserdada do jardim do Éden da mesma forma como foi com a desobediência dos dois (Romanos 5.12).
    Questões pra pensar:
    1) Como então se daria este resgate de Eva?

    2) Haveria descendência proveniente de ambos, uma vez que depois do pecado somente cometido por Eva, poderia existir um casal do qual originaria a humanidade, sendo um firme e perfeito (Adão) e o outro decaído da natureza divina (Eva)?

    A bíblia faz comparação entre Jesus e a igreja como o Noivo sendo Cristo e a noiva sendo a igreja dos santos escolhidos por Deus (escolha proveniente de muitos que um dia foram chamados). Assim, criou Adão e Eva para juntos e em perfeição dar origem a humanidade segundo a imagem e conforme a semelhança do Deus eterno. Como uma das partes não se acha idônea para tanto, a morte acometeria a Eva que, somente com uma solução dada pelo próprio Deus, poderia de alguma forma readquirir a sua natureza de outrora, antes do advento da queda.
    Como na realidade bíblica os dois pecaram, a solução foi a vinda de Jesus Cristo o sacrifício perfeito e essa vinda deu-se em carne para que o Diabo fosse envergonhado e para Cristo provar que se Adão e Eva, outrora perfeitos, quisessem, poderiam ter optado pelo Senhor em vez de ceder ao engano proposto pela criatura (serpente).
    Deus quando fala a respeito de casamento cita também que o homem deve amar a esposa como Cristo ama a igreja e por ela se entrega (Efésios 5.25) dando a vida por ela. E porque que o homem pode fazer isso? Porque uma vez resgatado por Cristo se apodera de Seu mérito na cruz e pode, através de Jesus morrer pela sua esposa. Esta comparação não é sem propósito. Da mesma forma que o Senhor Jesus Cristo morreu pela igreja para resgatá-la o homem de Deus salvo por Cristo deve também morrer pela sua esposa apontando para o resgate que Cristo fez por amor. E morrer por alguém, a palavra cita que o sacrifício que prova que você está aprovado por Deus (João 15.13).
    Mas agora retornemos à possibilidade de Adão não ter comido da árvore proibida, com certeza a sua condição de homem perfeito adequar-se-ia exatamente á condição de legítimo resgatador de sua “noiva” e esposa Eva. Lembremos que não havia a necessidade, em tese, de um ser puro, perfeito e segundo Deus porque Adão, uma vez sem pecado, já o era. Cristo veio como homem e Deus. Adão era a mesma expressão de pureza e perfeição criada por deus, não em relação a conhecer todas as coisas como Cristo o é, sendo Ele próprio Deus. Mas, raciocinemos, Cristo veio resgatar a sua noiva como homem e Deus. Será que não poderíamos atribuir este papel ao Adão puro, perfeito e segundo a imagem e conforme a semelhança de Deus? Conjecturo que sim.
    Cristo veio porque não fomos (o homem) capazes de cumprir o nosso papel, mas se o ser humano criado para cuidar de tudo que o Senhor colocou nessa terra não cuidaria e resgataria sua noiva e futura esposa? Creio que sim. Adão o faria para a glória de Deus. Como faz qualquer homem humilhado diante de Deus e aos pés da cruz de Jesus Cristo em todos os seus procedimentos e guiado pelo Santo espírito de Deus, por sua esposa.
    O Homem se não tivesse caído através de Adão seria o sacrifício suficiente e perfeito por conta do próprio Deus ter sido preservado no coração de Adão em perfeita obediência. Da mesma forma que Adão dormiu para Eva ser tirada de sua costela, haveria talvez outro sono ou morte semelhante para o resgate de Eva à condição de redimida do seu erro. Marcos 12.33 cita que o Senhor se alegra naquele homem que o ama de todo o entendimento e com todas as suas forças e ama também as pessoas e esse procedimento amoroso excede à todo holocausto e sacrifício, creio que da mesma forma suplantaria a morte de Eva.

    Heldon Menezes
    heldon7@gmail.com

    • Adão comeu o fruto, mas não pecou!

      Quanto ao sono de Adão, Jesus dormiu um sono profundo para que por dentre os seus doze discípulos (Pedro), fosse gerada uma Noiva (igreja).

      Gênesis é uma alegoria! Uma parábola que revela especificamente o evangelho de Deus.
      Um lugar separado onde o Noivo e sua Noiva foram introduzidos e moldados para que neste mundo proliferassem o seu projeto mais precioso. O Evangelho!

      Como somente houve pecado quando Eva e seu marido comeram o fruto se antes mesmo deles comerem deste fruto, estavam nus?
      Quanto a participação do fruto, a desobediência não foi o pecado e sim a comunhão com o que o fruto revelava!

      Ap. Pedro, andava cheio do Espírito de Deus e em comunhão com a sua gloriosa graça. Mesmo fraco e sem entendimento de doutrinas, abriu mão da mesma graça para saborear o fruto da lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas, assim se tornou um homem cheio de conhecimento (e assim abriu os olhos). E vendo que estava despido da graça de Deus, se escondeu por detrás da religiosidade que a lei ofertou. Automaticamente o mesmo Cristo manifestado dentro de Pedro em Espírito, não tendo alternativas, teve de comer do mesmo fruto.

  7. Sim, você esta correta em afirmar que só ouve pecado quando Adão comeu do fruto proibido. Adão ao ver que nada aconteceu depois que Eva provou do fruto, duvidou de DEUS e não viu problema em comer. Por isso so depois que ele come é que os olhos dos dois mudam. Por um homem veio o pecado e por outro a salvação.

    Mas é errado achar que o homem e os animais foram criados imortais, nada disso, a imortalidade era consedida enquanto ouvesse obdiencia a essa unica regra de não comer do fruto.

    Isso é tão verdade que depois de pecar DEUS diz que não sera permitido que o homem coma da arvore da vida, para se tornar imortal. O homem tambem precisava se alimentar.
    Muitos acham que se Adão não tivesse pecado, depois de ter muitos filhos, a terra não suportaria tanta gente, pois todos seriam imortais. Mas veja que em Genesis DEUS da a ordem ao homem de povoar, se multiplicar, encher a terra, logo quando esse objetivo fosse concluido os seres humanos seriam iguais a anjos, no sentido de que não precisariam mais ter filhos, pois o objetivo foi concluido. Como hoje existe a morte esse plano inicial de DEUS não pode mais se concretizar. Mas veja que na eternidade isso voltara a acontecer. Jesus disse que na eternidade não se casam e nem se dão em casasmento, seram iguais aos anjos no céu.

    A paz.

    • Como somente houve pecado quando Eva e seu marido comeram o fruto se antes mesmo deles comerem deste fruto, estavam nus?
      Quanto a participação do fruto, a desobediência não foi o pecado e sim a comunhão com o que o fruto revelava!
      Ap. Pedro, andava cheio do Espírito de Deus e em comunhão com a sua gloriosa graça. Mesmo fraco e sem entendimento de doutrinas, abriu mão da mesma graça para saborear o fruto da lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas, assim se tornou um homem cheio de conhecimento (e assim abriu os olhos). E vendo que estava despido da graça de Deus, se escondeu por detrás da religiosidade que a lei ofertou. Automaticamente o mesmo Cristo manifestado dentro de Pedro em Espírito, não tendo alternativas, teve de comer do mesmo fruto.

  8. Ententendo que o acontecido no jardim foi um projeto de DEUS e representa uma tipologia de CRISTO para os dias atuais, pois o homem mesmo recebendo todo o amor de DEUS foi incapaz de perceber que havia 2 árvores no meio do jardim e que não havia proibição em que comesse da árvore da VIDA, que simboliza CRISTO, no entanto, pior do que desobedecer a DEUS foi culpar a DEUS por sua conduta, ao afimar que aquilo não teria acontecido se DEUS não houvesse lhe dado a mulher, pois desta forma a culpa não seria dele (Adão), mas de DEUS, quando o que DEUS anciava era que o homem se arrepende-se da falta cometida contra DEUS, tenho que DEUS os perdoaria e lhes daria da árvore da VIDA. Assim, atualmente CRISTO (árvore da vida) está disponível a todos, mas poucos verdadeiramente o escolhem, ainda preferem a árvore da morte. É isso que entendo graças ao Espírito Santos de Deus. Vem Senhor Jesus. Amém.

  9. Bom dia!

    Gostei muito da maneira em que questionam as Escrituras!
    Isto nos faz pensarmos e nos aprofundarmos um pouco mais em relação a isto!

    Ninguém herdou o pecado de ninguém!
    Nós é que herdamos o que plantamos!
    Quanto a questão de Gênesis 1, 2 ou 3 e até mesmo o último capítulo de Gênesis, é uma somatória de parábolas! E como todos estão carecas de saber, Jesus mesmo nos disse que parábolas são descritas para quem não tem o Espírito de Deus jamais compreender. E por aqueles que estão cheios do mesmo Espírito, se tornam mais fácil de compreende-las.
    E Gênesis é nada mais e nada menos que, uma maquete, um esboço do que seria o Evangelho de Deus!
    O preparo para a vida e um novo começo.
    Gênesis 1, principalmente, é o coração do homem sendo formado até Cristo e sua Noiva para serem concebidos a este mundo em que vivemos após o dilúvio.
    Gênesis 2 revela veementemente e especificamente, a formação de Cristo e a sua Noiva (igreja). Este é o espelho do projeto mais glorioso perfeito de Deus. O EVANGELHO!

    Quanto a isto. Posso afirma-lo que tanto Adão como o próprio Cristo, comeu o mesmo fruto com a Eva (igreja) para assumir sobre Ele todas as nossas transgressões.

    Jamais Adão deixaria de comer tal fruto! Ou melhor! Ele o Cristo, come até hoje, assumindo o seu compromisso de colocar o nosso jugo e nossas pisaduras sobre Ele mesmo para nos colocar diante do Pai como justificados por Ele e para Ele para todo sempre. Amem!

    Assim como Cristo comeu o fruto da Lei que da forças ao pecado, para que tão somente este fruto fosse encravado na estaca e a sua Noiva ficasse totalmente livre do julgo deste fruto. Nós igreja de Cristo, estamos fora de qualquer condenação prouvida da lei de Moisés e os ensinamentos dos profetas.

  10. Genises não é uma parábola.
    Aconteceu, para demonstra que o GRANDE CONFRITO, é real.
    A Eva já admirava o fruto , Genesis 3:6. Nisso pecou, pelo apetite, mas Adão ao ver Eva lhe oferecendo o fruto ficou muito triste pois percebeu que ela havia desobedecido a Deus, mas não se via sem ela, por tanto comeu do fruto e nisso pecou, amando MAIS a Eva do que a Deus.

  11. Nao aparti do momento ia e existir humanidade, Deus falo que naquele momento a humanidade ia aumentar pois ele falo que Eva seria capaz de fazer filhos. Antes disso nao tava nos planos a humanidade. Acho que Adao e Eva seria unicos no paraiso caso Eva nao comece-se tambem o fruto proibido. Mais e claro o diabo(a serpente) ia bolar outros planos para fazer ele pecar e atingir a Deus por isso ele nao abandono Adao e Eva pois sabia do plano da serpente.
    Isso e bom motivo para ficar vigilante mesmo na felicidade pois a serpente sempre espreita em busca de uma oportunidade para deicair a vida do homem. Nos teremos paz absoluta sem problemas so quando adentramos o reino de Deus e A Serpente e o inferno forem definitavamente jogados no lago do enxofre para todo o sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *