As doenças mentais, mesmo diagnosticadas, podem ter origem em maus espíritos?

O que vocês acham da ideia de uma pessoa com esquizofrenia ter influências espirituais negativas, e ainda pior, influenciar as pessoas que estão ao seu redor, no caso sua família. Será que os problemas gerados por uma mãe esquizofrênica pode afetar diretamente seus filhos na questão espiritual? Por favor, deixem respostas preferencialmente com citações da bíblia.

1 pensou em “As doenças mentais, mesmo diagnosticadas, podem ter origem em maus espíritos?

  1. Bom, já que você pediu opiniões, eis a minha:

    A esquizofrenia é um transtorno mental, cuja causa de desencadeamento é tema de controvérsia. Existem várias teorias entre os pesquisadores da área, mas quase certamente a questão espiritual não é uma delas.

    Embora não se saiba ao certo qual é sua causa, o tratamento da esquizofrenia é relativamente unânime entre os profissionais da psiquiatria, e envolve tratamentos farmacológicos – com a aplicação de medicamentos – e não farmacológicos – como a terapia.

    Então, se a sua mãe está passando por este revés, a melhor coisa que você pode fazer por ela é buscar compreendê-la, amá-la e ajudá-la a superar esse momento delicado de sua vida.

    Leve-a a um profissional da psiquiatria para que ele possa avaliá-la e indicar-lhe o melhor tratamento. Embora a esquizofrenia possa ser um transtorno grave, com o tratamento e controle adequados, uma pessoa que a possui pode levar uma vida normal.

    Se vocês não tiverem condições financeiras de bancar um tratamento psiquiátrico particular, o SUS o disponibiliza. Com a implantação do Programa de Saúde da Família, cada micro região ou centro de saúde deve ter disponível uma equipe de saúde mental. Entre no site do Ministério da Saúde, ou ligue para o Disque Saúde (136) para saber o procedimento de atendimento para sua região.

    A religião pode ser de ajuda para a superação do problema também. O efeito placebo proporcionado pela fé costuma ter efeito positivo na recuperação dos pacientes, porém eu não aconselharia a confiar somente na fé para a solução do problema. Se ela segue uma religião e isso a ajudar em sua recuperação, que ela continue seguindo, mas não ignorem o atendimento médico adequado.

    E por fim, lembre-se que, independente do tratamento psiquiátrico ou da fé o maior aliado contra doenças mentais são as pessoas queridas à nossa volta. Portanto apoie sua mãe sempre que for necessário. Não sei como é o relacionamento de vocês duas, mas quero crer que você seja uma boa filha. Ainda que em alguns momentos os filhos se estranhem com os pais, normalmente o amor de nossos genitores por nós é incondicional, e se você se encontrasse numa situação dessa, ela provavelmente faria de tudo para que você o superasse. Portanto, por mais que às vezes pareça difícil, esteja lá para retribuir esse amor.

    E, apesar de não acreditar na bíblia como um livro sagrado, se você procura uma passagem que pode ser relevante para você, eu escolheria essas:

    “Honra a teu pai e a tua mãe, como o senhor teu Deus te ordenou, para que se prolonguem os teus dias, e para que te vá bem na terra que o Senhor teu Deus te dá.” – Dt 5:16

    “Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. `Honra teu pai e tua mãe´ – este é o primeiro mandamento com promessa – `para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra´.” – Ef 6:1-3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *